Quem pratica atividades físicas com regularidade certamente já deve ter ouvido sobre a importância do alongamento, seja antes ou depois do exercício, não é mesmo?

Por esse motivo, resolvemos desenvolver mais sobre o assunto e mostrar a importância do alongamento antes ou depois das atividades. Para isso, vamos conceituar o termo, mostrar quais partes do corpo devem ser alongadas e apresentar os principais benefícios dessa prática.

Se você se interessa em ter mais bem-estar e um estilo de vida mais saudável por meio dos exercícios físicos, leia este post e aproveite as informações!

Afinal, o que é o alongamento?

Caracterizado por ser uma série de atividades leves que aumentam a flexibilidade muscular, o alongamento nada mais é do que uma prática realizada para alongar grande parte das fibras musculares, proporcionando uma maior amplitude dos movimentos corporais.

Normalmente, as atividades são realizadas lentamente e consistem em movimentar, de maneira estática e específica, as pernas, os braços, o pescoço, os ombros e a coluna. É importante que a pessoa se sinta confortável e esteja com roupas fitness para academia na hora de fazer o alongamento.

Como resultado, o corpo fica mais flexível, elástico, ágil e relaxado (sem grandes tensões), facilitando a realização dos exercícios físicos ou, em alguns casos, favorecendo o bem-estar e o relaxamento corporal após a prática.

Qual é a importância do alongamento?

O alongamento contribui para a flexibilidade dos músculos do corpo e ajuda a assegurar a saúde muscular, além de permitir que os exercícios sejam feitos da maneira adequada, com mais facilidade e sem o risco de lesões.

Além de permitir a prática mais efetiva dos exercícios físicos, o alongamento evita possíveis complicações durante ou após a atividade. Dessa forma, os principais benefícios que ele proporciona são:

  • melhora a postura corporal;
  • previne lesões, inflamações, distensões e cãibras;
  • diminui tensões musculares;
  • promove o relaxamento dos músculos;
  • ativa a circulação sanguínea;
  • amplia a flexibilidade do corpo;
  • melhora o desempenho nos esportes;
  • contribui para a coordenação motora;
  • proporciona a consciência corporal;
  • aumenta o bem-estar e a qualidade de vida.

Em quais situações a prática é indicada?

Em geral, o ideal é que os tendões e os músculos já estejam alongados antes de iniciar as atividades físicas, como futebol, pilates e caminhada.

No entanto, no caso da corrida e natação, por exemplo, essas atividades possuem baixa intensidade e ainda assim necessitam de força para serem praticadas. A força para a prática dessas atividades se origina da contração dos músculos, que passa pelos tendões e, posteriormente, vai para as articulações do corpo, resultando em movimentos.

Nesse caso, o ideal é realizar aquecimento antes do treino e o alongamento depois, o que garante mais bem-estar, diminui as dores musculares e evita distensões e inflamações.

É essencial ressaltar que cada tipo de exercício é específico e, por essa razão, é necessária a orientação de um profissional, pois a série escolhida leva em consideração fatores como condições físicas da pessoa e o exercício que ela irá praticar.

Agora que você já sabe qual é a importância do alongamento e quando a sua prática é necessária, procure agora mesmo um profissional e aproveite os benefícios destas atividades. Não se esqueça de que, aliada a uma dieta equilibrada, essa é uma maneira de melhorar o seu desempenho nos exercícios e, como consequência, manter a boa forma e ter um estilo de vida mais saudável.

Se você gostou do artigo, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de vários outros assuntos como esse. Até a próxima!

Powered by Rock Convert