Nesses tempos de quarentena e pandemia do novo Coronavirus muito tem se falado sobre a importância da vitamina D em nosso corpo. Ela é essencial para o bom funcionamento do organismo e tem ganhado destaque na mídia por conta de seu auxílio no aumento da imunidade. 

Como ainda estamos em casa, cuidando da alimentação e da saúde de uma nova forma, achamos importante aproveitar o momento para falar sobre essa vitamina e seus vários benefícios para a saúde e sobre como ela pode ser absorvida pelo nosso corpo. Confira nossas dicas e informações. 

O que é a Vitamina D? 

Em termos um pouco mais técnicos, a vitamina D é uma substância lipossolúvel (ou seja, solúvel em gordura) cujas principais formas encontradas na natureza são a vitamina D2 e a vitamina D3.

Ela é essencial para garantir um equilíbrio entre os órgãos e várias funções do corpo humano.  Responsável por regular a absorção de cálcio e fósforo, ela mantêm o cérebro funcionando perfeitamente, além de fortificar ossos, dentes e músculos – inclusive o coração. 

Essa vitamina também é muito importante na prevenção da osteoporose e pode também pode estar relacionada à expectativa de vida. Um Estudo publicado na revista científica Archives of Internal Medicine, baseado em testes com mais de 13 mil pessoas, mostrou que níveis de vitamina D abaixo do ideal aumentam o risco de morte por diferentes causas em até 26%.

Sol e alimentos como principal fonte

Muitas pessoas ficaram preocupadas em repor a vitamina D com comprimidos, mas é importante frisar que qualquer reposição de vitaminas precisa ser feita com acompanhamento médico. 

Além disso, a absorção natural da vitamina D é muito fácil. O sol tem importância vital nessa função, basta pegar de 5 a 10 minutos de sol por dia – de preferência antes das 10h – para garantir a absorção dessa vitamina tão importante. 

Uma caminhada matinal da sua casa até o ponto de ônibus, por exemplo, já é uma forma de absorver na pele a vitamina. E, como sempre, a alimentação também entra como auxiliar nessa missão. Os peixes de água salgada contém uma concentração maior de vitamina. Opções deliciosas como  salmão, arenque e sardinha podem e devem entrar na sua dieta. 

Ovos, carne, leite e manteiga também contêm pequenas quantidades

Importância para mulheres

A vitamina D tem funções muito importantes em várias etapas da vida da mulher. Na gravidez, por exemplo, uma análise publicada na revista médica British Medical Journal demonstrou que há maior risco para pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, baixo peso fetal e vaginose bacteriana quando os níveis de vitamina D estão abaixo do normal.
Em outra análise, a suplementação mostrou efeito positivo sobre a redução do baixo peso dos recém nascidos. 

Após a menopausa, há uma queda da produção de hormônios, o que pode levar à desmineralização óssea e aumentar o risco de que é a osteoporose. A baixa de vitamina D aumenta a reabsorção de cálcio dos ossos (mineral igualmente importante para garantir a saúde óssea), prejudicando ainda mais a osteopenia e a osteoporose.

Vitamina D no Brasil

O Brasil, embora ensolarado, apresenta alta incidência de deficiência de vitamina D. Estima-se que aproximadamente 80% da população do meio urbano esteja com os níveis abaixo do esperado, suscetíveis a doenças. 

Hoje, no mercado, existem outras formas de equilibrar os níveis inadequados de vitamina D no organismo que não apenas pelo sol. Para saber a necessidade de suplementação, deve-se procurar um médico. 

Agora que você já sabe os benefícios dessa vitamina para seu corpo, aproveite para inserir na sua rotina um banho de sol todos os dias. Mas, lembre-se que o exagero nunca é bom. Escolha os horários recomendados pelos dermatologistas, de preferência antes das 10h, e aproveite a quarentena para melhor ainda mais sua saúde.